ENFERMAGE, CIÊNCIAS E SAÚDE

Gerson de Souza Santos - Bacharel em Enfermagem, Especialista em Saúde da Família, Mestrado em Enfermagem , Doutor em Ciências da Saúde - Escola Paulista de Enfermagem - Universidade Federal de São Paulo.

http://pt.slideshare.net/gersonsouza2016

segunda-feira, 31 de janeiro de 2011

DIAGNÓSTICO DE ENFERMAGEM - AUTOCONTROLE INEFICAZ DE SAÚDE


Domínio 1 - Promoção da saúde
Classe 2 - controle da saúde

Definição
: Padrão de regulação e integração à vida diária de um regime terapêutico para tratamento de doenças e suas sequelas que é insatisfatório para alcançar as metas específicas de saúde.

Características definidoras:

- Escolhas na vida diária ineficazes para atingir as metas de saúde;
- Expressao de desejo de controlar a doença;
- Expressão de dificuldade com os regimes prescritos;
- Falha em agir para reduzir fatores de risco;
- Falha em incluir regimes de tratamento à vida diária.

Fatores relacionados:

- Barreiras percebidas;
- Benefícios percebidos;
- Complexidade do regime terapêutico;
- Complexidade do sistema de atendimento de saúde;
- Conflito familiar;
- conflitos de decisão;
- Déficit de apoio social;
- Déficit de conhecimento;
- Demandas excessivas (ex: individuais, familiares);
- Dificuldas econômicas;
- Gravidez percebida;
- impotência;
- Número inadequado de indícios à ação;
- Padrões familiares de cuidados de saúde;
- Regime;
- Suscetibilidade percebida.

Fonte: Diagnósticos de enfermagem da NANDA: definições e Classificação 2009/2011 - NANDA Internacional. Porto Alegre. Artmed, 2010. 456p.